Slim não negocia fatia na Portugal Telecom, diz assessor

quinta-feira, 27 de maio de 2010 15:07 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO/LISBOA (Reuters) - O magnata mexicano Carlos Slim não está em conversações para compra de participação na Portugal Telecom, disse um porta-voz do bilionário nesta quinta-feira, rejeitando notícia publicada por um jornal mais cedo de que ele poderia tentar evitar o avanço da Telefónica.

O jornal português Diário Económico publicou reportagem nesta quinta-feira afirmando que Slim, homem mais rico do mundo, tem uma equipe em Lisboa preparando a compra de uma parte da Portugal Telecom.

O diário, citando fontes, publicou que Slim manteve contato com a Portugal Telecom e com alguns de seus principais acionistas, como o banco português Espírito Santo.

"Não existem discussões com o pessoal da Portugal Telecom", disse o assessor de Slim Arturo Elias Ayub.

As ações da Portugal Telecom dispararam 8,2 por cento nesta quinta-feira em meio às expectativas de compra de participação por Slim ou outros investidores.

A América Móvil, detida por Slim, controla a Claro, segunda maior operadora celular do Brasil atrás da Vivo, que lidera o mercado brasileiro e tem gestão compartilhada por Telefónica e Portugal Telecom.

O conselho de administração da Portugal Telecom rejeitou este mês uma oferta de 5,7 bilhões de euros feita pela Telefónica para compra de sua participação na Vivo.

Na quarta-feira, o vice-presidente financeiro da Telefónica foi citado em entrevista publicada por um jornal, ameaçando uma aquisição hostil da Portugal Telecom na tentativa de persuadir a empresa a vender a participação na Vivo.

(Reportagem de Noel Randewich, na Cidade do México, e Shrikesh Laxmidas, em Lisboa)