Nokia vendeu menos de 100 mil unidades do modelo N900

sexta-feira, 28 de maio de 2010 12:09 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Nokia vendeu menos de 100 mil unidades de seus smartphones modelo N900 em seus primeiros cinco meses no mercado, afirmou a empresa de pesquisa de mercado Gartner, indicando que há um grande desafio pela frente ante o iPhone e o BlackBerry.

O aparelho com atributos de computador --como teclado retrátil e tela sensível ao toque-- foi elogiado por especialistas em tecnologia e aficionados, mas não conseguiu atrair um público mais abrangente.

Um porta-voz da Nokia, maior fabricante mundial de celulares, preferiu não comentar os números de venda, afirmando que a empresa está satisfeita com as vendas.

A Nokia não tem sido capaz de mostrar força para desafiar a Apple três anos após o lançamento do iPhone. Seu último smartphone de sucesso, o N95, foi lançado em 2006.

Entre janeiro a março foram vendidos 8,75 milhões de iPhones, contra os 100 mil unidades do N900.

O N900, que chegou ao mercado em novembro, é o primeiro aparelho da Nokia com o sistema operacional Linux Maemo, que analistas enxergam como chave para a Nokia recuperar o terreno nos próximos anos.

Em fevereiro, a Nokia revelou planos de unir o Maemo com o sistema operacional Moblin, da Intel.