Microsoft crescerá em computadores tablet,vê demanda empresarial

terça-feira, 1 de junho de 2010 10:23 BRT
 

Por Kelvin Soh

TAIPEI (Reuters) - A Microsoft planeja elevar sua participação no mercado de computadores tablet da mesma maneira que fez no mercado de netbooks, disse um executivo da empresa nesta terça-feira, apesar de avanços de rivais como a Apple nesse setor.

A maioria dos netbooks operava inicialmente com o sistema operacional Linux, de fonte aberta e baixo custo, ao serem lançados pela Asustek, de Taiwan, em 2007, mas a Microsoft terminou por conquistar o domínio do segmento, com mais de 90 por cento dos netbooks acionados pelo Windows.

"Tendo assistido a esse filme no passado, podemos alegar que existe certa coerência nos temas," disse Steve Guggenheimer, vice-presidente de produção de equipamento original da Microsoft, em entrevista à Reuters.

"Há muito ruído, há muita energia em torno das alternativas, mas quando se começa a vender essas máquinas e elas não fazem exatamente o que os consumidores desejam e a impressora não funciona, os lojistas recebem reclamações, aí é que a situação se complica," disse.

A empresa de pesquisa Gartner informou projetar vendas de 10 milhões de computadores tablet este ano, à medida em que os consumidores começaram a adotar aparelhos como o iPad, da Apple, o Streak, da Dell, que está para ser lançado, e o Eee Pad, da Asustek, que foi anunciado esta semana.

A Microsoft também informou que vê sinais de recuperação na demanda empresarial: 45 por cento dos diretores de tecnologia da informação com os quais a empresa conversou estão se preparando para adotar, ou já estão adotando, o Windows 7, seu sistema operacional mais recente.

"Estamos começando a ver um ciclo de atualização do lado empresarial," disse Guggenheimer. "Do lado empresarial, temos uma energia realmente positiva, mas que ainda não chegou a um patamar equivalente ao que temos visto nas vendas ao consumidor."

Grandes fabricantes de computadores que dependem fortemente da demanda empresarial, como Lenovo e Dell, anunciaram estar vendo sinais de alta na demanda empresarial, conforme empresas cujas máquinas ainda utilizam o Windows XP, lançado uma década atrás, atualizam seu software.

 
<p>Homem observa tablet em Taipei. A Microsoft planeja elevar sua participa&ccedil;&atilde;o no mercado de computadores tablet da mesma maneira que fez no mercado de netbooks, disse um executivo da empresa nesta ter&ccedil;a-feira, apesar de avan&ccedil;os de rivais como a Apple nesse setor.01/06/2010.REUTERS/Nicky Loh</p>