Feira de games E3 será cheia de novidades em hardware

quarta-feira, 9 de junho de 2010 19:42 BRT
 

Por Bill Rigby

SEATTLE (Reuters) - As maiores fabricantes de consoles do mundo irão revelar uma leva de novos aparelhos e acessórios futuristas na feira de videogames E3 na semana que vem, buscando atrair uma nova geração de jogadores na esperança de reverter a crise na indústria de 60 bilhões de dólares.

A Microsoft deve anunciar o nome e data de lançamento de seu sistema sem controles "Projeto Natal" na feira anual Electronic Entertainment Expo, em Los Angeles. Já a Sony apresentará seu produto concorrente, o sensor de movimento Move, enquanto a Nintendo deve revelar um novo aparelho portátil em 3D.

"Esta será a feira com o maior número de novidades em hardware em anos", disse o analista Michael Pachter, da Wedbush Securities. "Nunca vimos tantos anúncios de hardware das três grandes fabricantes de consoles no mesmo ano. É revolucionário."

A onda de nova tecnologia chega para dar o empurrãozinho que a indústria de videogames precisa. As vendas totais do setor nos Estados Unidos, incluindo hardware, software e acessórios, caiu mais de 10 por cento este ano até abril, para 4,7 bilhões de dólares, segundo o grupo de pesquisa NPG Group.

Analistas apostam nos lançamentos da Microsoft e da Nintendo como os que irão ter a maior repercussão na indústria, a primeira com uma plataforma de jogo que deixa as mãos livres e a segunda com um sistema 3D que não depende de óculos especiais.

O "Projeto Natal" da Microsoft deve abrir o evento no domingo com uma apresentação recheada de celebridades.

A companhia, que recentemente perdeu o título de maior empresa de tecnologia em valor de mercado do mundo para a Apple, anunciou o acessório na última E3. Este ano, as expectativas giram em torno do nome do produto, que jogos irá rodar e quanto irá custar.

Já a Nintendo tem em mãos a principal novidade da feira com seu console de videogames portátil em 3D.

O aparelho, que ainda não foi visto pelo público, apresentará imagem em efeito 3D sem a necessidade de óculos especiais.

"Essa é a primeira vez que veremos tecnologia 3D em um aparelho portátil", disse o analista Jesse Divnich, da Electronic Entertainment Design and Research. "Qual será sua aparência? É difícil pensar porque nunca houve nada igual."