Presidente da designer de chips ARM vê potencial em tablets

quinta-feira, 17 de junho de 2010 19:28 BRT
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO (Reuters) - A designer de chips britânica ARM afirmou que espera se beneficiar da onda de tablets além do iPad da Apple, com os novos aparelhos ganhando mercado dos tradicionais notebooks.

Warren East, presidente-executivo da companhia responsável pelo design de chips de 90 por cento de smartphones no mundo e um quarto de aparelhos eletrônicos, afirmou que consumidores estão se adaptando rapidamente ao novo paradigma de computação da qual a Apple é pioneira.

"Creio que tablets têm mais potencial para canibalizar o mercado de notebooks e crescer em um mercado próprio por causa desse novo modelo de uso", disse ele em entrevista à Reuters nesta quinta-feira.

Ele afirmou que tablets já roubaram o lugar dos netbooks --versões menores e mais baratas de notebooks que operam com chips da Intel-- que foram a grande onda do ano passado.

A Apple criou seu próprio processador de aplicativos, o A4, para o iPad, com base em um design da ARM. East afirmou que tablets e protótipos do tipo são perfeitos para a ARM porque são semelhantes a smartphones, só que maiores.

Os novos tablets e protótipos que vêm aparecendo desde o lançamento do iPad operam com chips da ARM e o sistema operacional Android, do Google. Novos modelos devem ser lançados com o sistema operacional Chrome, também do Google.

Já o Windows, da Microsoft, usado em noventa por cento de todos PCs tradicionais do mundo, atualmente não funciona em aparelhos que usam chips da ARM, mas East afirma que os tablets irão pressionar a empresa a torná-lo compatível.

"Acho que de todos esses produtos de consumo, qualquer que seja a forma, pressiona a Microsoft a fazer isso, porque até certo ponto estão canibalizando o mercado tradicional de PCs", disse o executivo.