Vendas de PCs no Brasil devem crescer 20% em 2010--IDC

terça-feira, 22 de junho de 2010 18:03 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de computadores no Brasil devem crescer 20 por cento em 2010, após terem registrado alta de 40 por cento no primeiro trimestre, segundo informou o grupo de estudos IDC nesta terça-feira.

Somente de janeiro e março, foram vendidos 2,9 milhões de desktops e notebooks no país, e a expectativa é de que o mercado de PCs atinja a marca de 13,2 milhões de unidades vendidas até o final do ano, de acordo com a IDC.

Segundo a IDC, o aquecimento no mercado se deve principalmente ao setor corporativo, que retomou os gastos em tecnologia com a recuperação econômica após a crise.

"Em 2009, as empresas investiram 21 por cento a menos em computadores. Somente no primeiro trimestre deste ano, o segmento corporativo já vendeu 30 por cento a mais quando comparado com o mesmo período do ano passado. Aliás, em 2010 esse setor já investiu mais do que em qualquer trimestre de 2009", disse o analista Luciano Crippa, da IDC.

O analista também apontou a recuperação do segmento entre usuários domésticos no trimestre, onde, pela primeira vez, a venda de notebooks superou a venda de desktops, e destacou a entrada dos computadores tablet no mercado brasileiro, que deve impulsionar o crescimento nos próximos anos.

"Mundialmente esse mercado deve atrair muitos usuários a partir do segundo semestre de 2010, quando muitos lançamentos estão previstos, e isso deve aquecer ainda mais as vendas desta categoria de dispositivos. Até 2014, ano da Copa do Mundo no país, o mercado de PCs deverá crescer pelo menos dois dígitos no comparativo ano a ano", afirmou.

(Reportagem de Georgia Jordan; Edição de Cesar Bianconi)