Portugal Telecom diz que acatará qualquer decisão sobre Vivo

terça-feira, 29 de junho de 2010 10:28 BRT
 

LISBOA (Reuters) - A Portugal Telecom acatará qualquer decisão que seja tomada pelos seus acionistas na assembleia geral de quarta-feira sobre a oferta da Telefónica pela Vivo, e espera que a operadora espanhola faça o mesmo, disse o presidente-executivo da Portugal Telecom, Zeinal Bava.

"Estamos confiantes de que a Portugal Telecom fez o trabalho que tinha que fazer e cabe agora aos acionistas decidirem o que é melhor para eles", disse Bava em uma conferência do setor, em Lisboa.

"Vamos deixar os acionistas decidirem e, seja qual for a decisão, vamos honrá-la e acho que a Telefónica deve fazer o mesmo", acrescentou.

Na quarta-feira, os acionistas da Portugal Telecom votarão em assembleia uma oferta de 6,5 bilhões de euros da Telefonica para comprar a posição que a operadora portuguesa tem na Vivo, maior companhia de telefonia móvel do Brasil.

"Apesar dos riscos, continuamos a ter um investimento no Brasil, que faz da nossa empresa um caso único", afirmou Bava, ressaltando que "ficamos surpreendidos com a atitude da Telefónica porque sempre tivemos uma parceria muito produtiva".

As chances de sucesso da oferta da Telefónica para comprar a posição da Portugal Telecom na Vivo são menores após a CMVM --órgão regulador do mercado de capitais português-- ter imputado à espanhola a participação de 8 por cento nos direitos de voto que a empresa vendeu, segundo analistas do BPI e da Oddo.

Questionado sobre o que gostaria que acontecesse na assembleia, Zeinal Bava disse que "o grupo Portugal Telecom está cada vez mais Vivo".

"A minha opinião vou dar amanhã, tenho ações e vou votar", acrescentou.