30 de Junho de 2010 / às 10:40 / em 7 anos

Assembleia da Portugal Tel sobre Vivo começa com 68% do capital

LISBOA (Reuters) - A assembleia de acionistas da Portugal Telecom, que vai votar a oferta de 7,15 bilhões de euros da Telefónica pela participação detida pela empresa na Vivo, começou com 68 por cento do capital da companhia portuguesa representado, disseram acionistas.

A Telefónica precisa assegurar apoio de 50 por cento do capital mais um voto para conseguir sucesso na oferta.

No entanto, o presidente da mesa da assembleia, António Menezes Cordeiro, ainda terá que decidir se, devido a eventual conflito de interesses, impedirá a Telefónica de votar na assembleia com a posição de 10 por cento que a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) lhe atribuiu.

Os acionistas portugueses têm até 36 por cento da Portugal Telecom, e o capital restante está com investidores internacionais.

Analistas têm afirmado que quanto maior fosse a participação de acionistas estrangeiros, maior seria a probabilidade de a Telefónica sair vencedora da reunião.

Por Elisabete Tavares e Filipa Cunha Lima

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below