Lucro da Samsung na Europa deve recuar após 2o tri recorde

quarta-feira, 7 de julho de 2010 09:53 BRT
 

Por Miyoung Kim

SEUL (Reuters) - A estimativa de lucro trimestral recorde a ser apurado pela Samsung Electronics não agradou os investidores, considerando que a economia europeia enfraquecida deve reduzir a demanda por telas planas e chips, o que prejudicará a lucratividade da maior fabricante mundial de dispositivos de memória.

A empresa, três vezes maior que rivais como Sony e Nokia em termos de valor de mercado, estima que seu lucro operacional no segundo trimestre deve superar as expectativas do mercado, favorecido principalmente pelas vendas robustas de chips e painéis de cristal líquido (LCD).

O segundo trimestre consecutivo de lucro recorde trará números quase duas vezes superiores ao resultado do mesmo período em 2009, mas o grupo sul-coreano pode enfrentar dificuldades de percurso no final do ano.

"O segundo semestre pode ser um problema, e isso acontece porque a demanda na Europa pode desacelerar e prejudicar as vendas de chips de memória e painéis (de telas planas)," disse Michael On, diretor executivo da Beyond Asset Management, em Taipei.

"O lucro da empresa no segundo semestre não serão tão forte quanto no primeiro," acrescentou ele.

As ações da Samsung tiveram queda de 11 por cento nos três últimos meses, depois de uma alta recorde, superando a queda de 2,4 por cento registrada pelo índice de referência do mercado sul-coreano em igual período. Nesta quarta-feira, as ações da empresa caíram 0,8 por cento.

A Samsung, primeira gigante mundial de tecnologia a divulgar estimativas para o resultado no segundo trimestre, havia revelado anteriormente um plano de investimento recorde, no valor de 15 bilhões de dólares, para reforçar a pressão contra rivais nacionais como LG Display e Hynix Semiconductor.

"O lucro (da Samsung) atingirá o pico no terceiro trimestre e depois cairá gradualmente do quarto trimestre em diante," disse Jay Kim, analista da Mirae Asset Securities.