Telefónica e Portugal Telecom buscam solução sobre Vivo

quarta-feira, 7 de julho de 2010 17:50 BRT
 

MADRI/SÃO PAULO (Reuters) - A Telefónica e a Portugal Telecom manifestaram nesta quarta-feira disposição de dialogar em busca de uma resolução da disputa envolvendo a operadora móvel brasileira Vivo.

Na semana passada, Lisboa vetou a venda da participação da Portugal Telecom na Vivo à Telefónica por 7,15 bilhões de euros, apesar de 74 por cento dos acionistas do grupo português reunidos em assembleia terem se manifestado como favoráveis ao negócio.

"A Telefónica está disposta a continuar buscando as soluções possíveis para a operação chegar a um bom termo, na medida em que exista a disponibilidade da Portugal Telecom para isso", informou a companhia espanhola em comunicado à imprensa.

Já a Portugal Telecom disse, também em nota à imprensa, que o chairman, o presidente-executivo e o responsável pela área financeira da companhia foram orientados pelo Conselho de Administração desde 1o de junho a discutir o tema Vivo com a Telefónica.

"A Portugal Telecom está disponível para dialogar com a Telefónica com vista a analisar opções que otimizem as vantagens para todas as partes", disse o grupo português.

"O sucesso continuado da Vivo confirma a capacidade da Portugal Telecom e da Telefónica de trabalharem em conjunto no Brasil com vista à obtenção de resultados e criação de valor ao acionista", acrescentou a Portugal Telecom.

A Corte Europeia de Justiça decide na quinta-feira sobre a legalidade do veto português, feito com uso da "golden share" na Portugal Telecom, sobre a operação de venda da Vivo.

Espanhóis e portugueses dividem há anos o controle da Brasilcel, holding que tem a maioria do capital votante da Vivo.

A Telefónica apresentou uma primeira oferta de 5,7 bilhões de euros pela parcela dos portugueses na Vivo em maio. O valor foi elevado duas vezes, primeiro para 6,5 bilhões de euros e então para 7,15 bilhões de euros.   Continuação...