Facebook adota aplicativo de segurança para crianças e jovens

segunda-feira, 12 de julho de 2010 08:21 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O site de relacionamento Facebook concordou em adotar um aplicativo destinado a melhorar a segurança online de seus usuários mais jovens, afirmou um grupo de proteção a crianças nesta segunda-feira.

O aplicativo, que segue uma longa campanha feita pelo Centro de Proteção à Exploração Infantil Online (CPEIO), é exibido na página do perfil de um usuário quando este é adicionado ou marcado, permitindo que crianças e adolescentes denunciem comportamentos suspeitos ou inapropriados.

Especialmente destinado a usuários entre 13 e 18 anos, o aplicativo também oferece dicas sobre como ter segurança na Internet.

"Nós sabemos, por falar com infratores, que uma ferramenta online visível poderia proteger os jovens", disse Jim Gamble, diretor executivo do CPEIO, acrescentando que o aplicativo deve restabelecer a confiança dos pais cujos filhos utilizam o site.

Uma mensagem automática será exibida na página inicial do Facebook de todos os usuários adolescentes, convidando-os a usar o aplicativo.

As pressões para introduzir tais medidas se intensificaram no final do ano passado após uma jovem de 17 anos ter sido sequestrada, violentada e assassinada por um homem que se passou por adolescente através do Facebook.

"Juntos desenvolvemos uma nova forma de ajudar os jovens a permanecer seguros na rede", disse Joanna Shields, vice-presidente do Facebook para Europa, Oriente Médio e África.

"É somente através do esforço constante e concentrado da indústria, polícia, pais e dos próprios jovens que todos nós podemos manter a segurança online", acrescentou.

(Reportagem de Kylie MacLellan)