Sensor de movimento em videogames vai além do exercício físico

segunda-feira, 12 de julho de 2010 10:12 BRT
 

Por John Gaudiosi

RALEIGH, Carolina do Norte, 12 de julho (Reuters Life!) - Desde que a Nintendo lançou o Wii, os usuários de videogames vêm interagindo com personagens e se exercitando com a ajuda de treinadores virtuais em títulos como "EA Sports Active", da Electronic Arts, e "Your Shape", da Ubisoft.

A Nintendo, inclusive, está encorajando as famílias a se exercitarem juntas, com o "Wii Games: Summer 2010," uma turnê nacional que estreia em 16 de julho em Nova Jersey, e para a qual o ginasta olímpico Shawn Johnson servirá como embaixador.

Agora, pesquisadores, cientistas e criadores de jogos estão usando o console da Nintendo para outras aplicações relacionadas à saúde e, em alguns casos, recebendo verbas de milhões de dólares para criar novas tecnologias.

Uma recente reunião entre 400 pesquisadores, durante a sexta edição da Games for Health Conference, em Boston, mostrou novas maneiras de utilização de videogames com controles dotados de sensores de movimentos para ajudar médicos e pacientes.

Com verba do National Institute of Health, a Red Hill Games e a escola de enfermagem da Universidade da Califórnia, em San Francisco, estão usando a tecnologia do Wii para criar jogos que ajudem pacientes com Mal de Parkinson a melhorar seu equilíbrio. Um deles, o "Rail Runner," exige que os pacientes se sentem e levantem a fim de operar um antiquado carrinho de mão ferroviário.

"A maioria dos pacientes está na casa dos 70 ou 80 anos, e realmente adora esses jogos," disse Bob Hone, diretor de criação da Red Hill. "Querem algo que os ajude a enfrentar a doença, e a diferença é que esses jogos foram criados especificamente para eles."

A Red Hill também está incorporando a tecnologia do Wii a jogos que ajudam a melhorar o equilíbrio de crianças com paralisia cerebral.

"Essas crianças muitas vezes sofrem limitações físicas e, assim, levamos esse fator em conta ao desenvolver jogos que as fazem sentir como se caminhassem e conseguissem chegar com sucesso à linha de chegada," disse Hone.