Ações da Apple caem após crítica ao sinal do iPhone 4

terça-feira, 13 de julho de 2010 14:43 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - As ações da Apple caíram mais de 3 por cento nesta terça-feira depois de uma avaliação negativa do iPhone 4 feita por um influente guia tecnológico que criticou a antena de recepção do aparelho.

Na segunda feira a Consumer Reports disse que não poderia recomendar o iPhone 4 - que vendeu 1,7 milhão de unidades no mundo inteiro em seus três primeiros dias - após os testes confirmaram as preocupações sobre a perda de sinal quando o dispositivo é segurado de uma determinada maneira.

A muito acompanhada organização sem fins lucrativos disse que a AT & T Inc, operadora de telefonia móvel exclusiva para o iPhone 4, não é necessariamente a principal culpada.

As ações da Apple caíam 2,69 por cento, para 250,3 dólares. A Apple não estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

O JP Morgan alertou em relatório que problemas de recepção sem fio no smartphone, que compete com o Blackberry da Research in Motion e o Pre da Palm, podem afetar a demanda.

"A Consumer Reports é um crítico muito respeitado, e o relatório deve esquentar para cima da Apple", afirma o analista Mark Moskowitz, em nota a clientes. "As preocupações em torno da recepção do iPhone 4 não parecem estar impactar a demanda, mas nós pensamos que existem riscos quando um bem respeitada agência de avaliação de produto, como a Consumer Reports, faz uma avaliação negativa".

"Nós continuamos a esperar uma correção da Apple, seja a solução software ou hardware".

A Consumer Reports, que publica guias de tudo, desde carros a TVs, disse na segunda-feira que também testou outros aparelhos - incluindo o iPhone 3GS e Pre - e não encontrou nenhum problema como a perda de sinal da nova versão do iPhone da Apple.