ARM amplia acordo de licenciamento com Microsoft

sexta-feira, 23 de julho de 2010 10:16 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A projetista britânica de chips ARM anunciou nesta sexta-feira um novo acordo de licenciamento de sua tecnologia à Microsoft, o que fazia suas ações dispararem mais de 8 por cento.

O acordo aprofunda o relacionamento de 13 anos da empresa com a Microsoft, dando ao grupo norte-americano acesso à arquitetura da ARM em vez de ter de licenciar produtos individualmente.

A Microsoft normalmente projeta seu software em torno da arquitetura de chips da Intel, rival de maior porte da ARM.

"Com acesso mais próximo à tecnologia da ARM, poderemos melhorar nossas atividades de pesquisa e desenvolvimento para produtos baseados em ARM", disse o diretor-geral da Microsoft, KD Hallman.

Analistas da Investec afirmaram que o acordo pode fazer com que a Microsoft abra a plataforma do Windows 7 para a ARM, apesar de não haver ainda uma confirmação das companhias.

"Se isso acontecer, esperamos um alta mínima de vendas no curto prazo, mas será uma oportunidade adicional de receita para a ARM no médio prazo e aumentará seu valor estratégico", afirmaram os analistas.

Para o Citi, o acordo sugere que a Microsoft pode projetar seu próprio hardware baseado na arquitetura da ARM. Com isso, a gigante de software poderia usar esses componentes em futuros aparelhos próprios, de forma semelhante como o mercado acredita que a Apple tenha desenvolvido o chip A4 internamente, baseado no núcleo Cortex-A8, da ARM.

A Microsoft divulgou na véspera salto de 48 por cento no lucro trimestral e informou que os clientes corporativos estão retornando ao mercado de computadores pessoais.

(Por Georgina Prodhan e Paul Sandle)