BES pede reabertura de negociação de Portugal Tel e Telefónica

segunda-feira, 26 de julho de 2010 12:19 BRT
 

LISBOA (Reuters) - O Banco Espírito Santo (BES) defende a reabertura da negociação para a Portugal Telecom vender sua posição na Vivo à Telefónica, tendo o grupo português alternativas de investimento no Brasil além da operadora Oi, disse o presidente-executivo do BES.

O BES, um dos maiores acionistas da Portugal Telecom com 8 por cento do capital, está "disposto a apoiar uma decisão do Conselho de Administração da Portugal Telecom" de reinvestir no Brasil, se vender a Vivo.

"Pode ser a Oi, mas pode ser outra alternativa. Não conheço os detalhes das outras alternativas, mas as informações que tenho é que a Oi tem um grande potencial", disse Ricardo Espírito Santo Salgado.

O executivo reafirmou que seria bom para todos --Portugal Telecom, Telefónica e governos de Portugal e da Espanha-- que houvesse uma abertura das negociações.

"Acredito que os acionistas da Telefónica também acham que a melhor forma de acrescentar valor para a Portugal Telecom e para a Telefónica era sentarem-se à mesa e solucionar a questão."

"De fato, será muito ruim para todos se isto for para um tribunal (de arbitragem)", acrescentou.

Lisboa usou a "golden share" que tem na Portugal Telecom para impedir a venda da participação do grupo português na Vivo à Telefónica por 7,15 bilhões de euros, apesar de a maioria dos acionistas da Portugal Telecom terem se manifestado em favor do negócio.

"O Estado português é que tem a chave para resolver a situação", completou o presidente-executivo do BES.

(Por Sérgio Gonçalves)