SAP eleva meta de vendas para 2010, mas decepciona mercado

terça-feira, 27 de julho de 2010 10:38 BRT
 

FRANKFURT, 27 de julho (Reuters) - A SAP, maior produtora mundial de software corporativo, elevou previsão de vendas para 2010 em nível menor que o esperado pelo mercado se considerada a retomada dos gastos globais com tecnologia.

A companhia alemã aumentou a estimativa para receita de software e serviços relacionados para crescimento entre 9 e 11 por cento, ante projeção anterior de 4 a 8 por cento.

O número inclui contribuições da norte-americana Sybase, adquirida em maio pela SAP, em entre 6 e 8 pontos percentuais.

Analistas afirmaram que a SAP frustrou as expectativas ao ser muito conservadora quanto à meta de vendas e ao manter a estimativa de margem operacional inalterada em entre 30 e 31 por cento.

A perspectiva abaixo do previsto minimizou os fortes resultados trimestrais apresentados nesta terça-feira pela empresa, confirmando a tendência registrada por rivais como Oracle e Microsoft e ajudando a aliviar as preocupações de que empresas cautelosas poderiam retardar gastos com tecnologia novamente.

No segundo trimestre, o lucro operacional da SAP aumentou 21 por cento, para 774 milhões de euros (999,2 milhões de dólares), com receita de 2,26 bilhões de euros, alta de 16 por cento.

Analistas consultados pela Reuters esperavam lucro de 796 milhões de euros, com receita de 2,14 bilhões.

As rivais Oracle e Microsoft apresentaram resultados trimestrais acima das estimativas, enquanto a IBM decepcionou investidores com uma queda em novos contratos de serviços de tecnologia e impacto cambial maior que o previsto.