RIM ganha força e prepara lançamento de BlackBerry touchscreen

sexta-feira, 30 de julho de 2010 17:32 BRT
 

Por Susan Taylor

OTTAWA (Reuters) - A Research In Motion não é famosa pelo seu talento dramático. Como seu carro-chefe, BlackBerry, famoso por ser seguro para emails, a fabricante de smartphones canadense parece dar preferência a funcionalidade que a aparência.

Mas a RIM pode quebrar essa tradição na próxima terça-feira, quando planeja finalmente lançar um concorrente à altura do popular iPhone em raro "evento midiático" em Nova York.

A empresa não explica por que convidou jornalistas e analistas ao evento, que parece ser uma tentativa de copiar o frenesi que Steve Jobs cria em eventos de lançamento da Apple.

"Acho que estão tentando criar um drama", disse Michael Gartenberg, sócio do grupo de estudos Altimeter. "Quando você cria expectativa desse jeito, você precisa apresentar algo à altura".

Em outra atitude audaciosa, a RIM parece estar preparada para declarar guerra à Apple, uma vez que pretende dar à operadora AT&T, única a vender o iPhone nos Estados Unidos, exclusividade também sobre seu novo BlackBerry no país.

De fato, o convite para o evento da RIM conta com a presença do logo da AT&T em destaque. A empresa não quis comentar.

O fato, no entanto, representaria uma mudança significativa na tática da fabricante canadense, uma vez que o lançamento de seu primeiro smartphone com tela touchscreen, Storm, foi em parceria com a concorrente da AT&T e maior operadora dos EUA, Verizon Wireless, dois anos atrás.

A RIM está apostando neste novo lançamento para reconquistar a época áurea do BlackBerry e manter seu domínio no mercado de smartphones norte-americano.

O aparelho, segundo blogueiros e analistas, conta com tela touchscreen e teclado separado, além de um novo sistema operacional, navegador de uso-fácil e outros recursos populares entre usuários que versões antigas do BlackBerry não têm.

(Reportagem adicional de Sinead Carew em Nova York)