BlackBerry continua funcionando normalmente na Arábia Saudita

segunda-feira, 9 de agosto de 2010 19:45 BRT
 

RIAD (Reuters) - Já passou o prazo determinado pela Arábia Saudita para que a fabricante do BlackBerry e operadoras de celular resolvessem os problemas de segurança do smartphone, mas os serviços do aparelho continuam funcionando normalmente.

A Comissão de Comunicações e Tecnologia da Informação determinou no sábado que as três operadoras de telefonia móvel sauditas tinham até segunda-feira para encontrar uma solução, ameaçando cortar o serviço de mensagens instantâneas do BlackBerry de cerca de 700 mil usuários no país, após já ter adiado o prazo uma vez na semana passada.

A reguladora saudita afirmou que a suspensão permitiria que as empresas testassem, junto com a canadense Research In Motion (RIM), "as soluções propostas para se adequar" a suas exigências regulatórias, mas não especificou quais seriam.

Uma autoridade do governo disse no domingo que a RIM e as operadoras sauditas estavam testando três servidores, através dos quais poderão trafegar dados e comunicações de dentro e fora do país, além dos servidores da própria RIM no Canadá.

Cerca de 10 minutos após a meia-noite, já na terça-feira na Arábia Saudita, os serviços do BlackBerry --incluindo o BlackBerry Messenger-- pareciam estar funcionando normalmente, mas a reguladora ainda não divulgou comunicado sobre o assunto.

(Reportagem de Souhail Karam)