Coreia do Sul investiga Google por captura de dados

terça-feira, 10 de agosto de 2010 09:04 BRT
 

SEUL, 10 de agosto (Reuters) - A polícia da Coreia do Sul invadiu o escritório do Google em Seul nesta terça-feira sob a alegação de que a gigante das buscas na Internet coletou dados de usuários de forma ilegal.

O Google vem se preparando desde o final do ano passado para lançar o serviço "Street View" na Coreia do Sul e a captura de dados está relacionada a esse lançamento, segundo a polícia.

A investigação em um dos países que mais utiliza a Internet na Ásia representa mais um revés para o Google, que já enfrenta acusações relacionadas ao Street View por parte da Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos e de outros países, além de ações trabalhistas.

A companhia não estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

"(A polícia) está investigando o Google na Coreia sob suspeita de captura e armazenagem não-autorizada de dados de usuários de Internet aleatórios através de conexões sem fio", afirmou a Agência Nacional da Polícia Coreana em nota.

O Google havia informado anteriormente que os dados foram capturados acidentalmente pelos veículos da empresa que fotografam as ruas para o Street View.