11 de Agosto de 2010 / às 21:46 / em 7 anos

Maioria nos EUA não quer que governo priorize Internet rápida

WASHINGTON (Reuters) - A maioria dos norte-americanos não quer que a ampliação do acesso à Internet banda larga barata se torne prioridade do governo, segundo pesquisa do grupo de estudos Pew Internet & American Life Project, divulgada nesta quarta-feira.

Em sondagem feita com 2.252 adultos norte-americanos pelo telefone, pesquisadores perguntaram se a expansão do acesso de toda a população no país á banda larga barata deveria ser prioridade do governo federal.

Seja por uma postura geral anti-governista das pessoas, uma mudança em suas prioridades dado o ambiente econômico, ou os benefícios ainda incertos que a Internet traz, 53 por cento dos entrevistados afirmaram que a expansão não deve ser feita pelo governo ou que não é algo importante.

"Surgiu um debate sobre o papel do governo em assegurar que o acesso á Internet rápida esteja disponível para todos", disse o autor do relatório da pesquisa, Aaron Smith.

"A maioria acha que não, e o surpreendente é que quem não tem acesso à banda larga é quem mais tende a achar que o governo não tem um papel em sua expansão".

A ampliação do acesso à banda larga barata para toda a população é a principal missão do Plano Nacional de Banda Larga atualmente em discussão na Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos.

Reportagem de John Poirier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below