Gerente da Apple é acusado de espionagem e aceitação de suborno

segunda-feira, 16 de agosto de 2010 14:38 BRT
 

Por Lisa Shumaker

CHICAGO (Reuters) - Um gerente da Apple foi acusado na Califórnia de aceitar suborno depois de vazar segredos corporativos para empresas asiáticas que forneciam componentes para o iPhone e iPod, segundo mostraram documentos jurídicos.

Paul Shin Devine, gerente global de fornecimento na Apple desde 2005, foi acusado por autoridades federais de aceitar suborno de seis empresas asiáticas. As autoridades não deram os nomes da empresa, mas disseram que eram da Coreia do Sul, China, Taiwan e Cingapura.

Devine, 37, também enfrenta processo civil da Apple, que o acusa de receber mais de 1 milhão de dólares em pagamentos e subornos por vários anos, segundo afirmou o San Jose Mercury News.

Devine é acusado de usar sua posição na Apple para obter informações confidenciais que compartilhou com fornecedores da Apple para ajudá-los a negociar contratos favoráveis com a empresa, segundo o sumário do processo.

A Apple e a promotoria não estavam disponíveis para comentar o assunto no sábado.