iPad deve se manter como líder no mercado de tablets--pesquisa

quarta-feira, 25 de agosto de 2010 14:59 BRT
 

Por Liana B. Baker

NOVA YORK, 25 de agosto (Reuters) - O iPad não deve enfrentar um tablet concorrente à altura até o ano que vem e, quando um rival surgir, terá dificuldade para se igualar ao volume de aplicativos customizados do aparelho da Apple, segundo pesquisa do grupo de estudos iSuppli.

O iPad, que deve atingir a marca de 75 por cento das vendas totais de tablet no mundo em 2010, terá 70 por cento do mercado em 2011 e 62 por cento em 2012, afirmou o iSuppli em relatório nesta quarta-feira.

A Apple vendeu 3,3 milhões de iPads no último trimestre, o que representa um dos melhores desempenhos já registrados por um aparelho eletrônico em seu lançamento.

Rivais da Apple, como Hewlett Packard, Dell e Lenovo, já estão lançando seus próprios aparelhos com os sistemas operacionais Android e Windows 7 para concorrer com o iPad, mas devem encontrar dificuldade para competir com a combinação entre hardware, software, sistema operacional e aplicativos do tablet da Apple, disse o grupo de estudos.

"Continua sendo improvável que algum concorrente consiga se igualar ao desempenho geral e experiência para o usuário oferecidos pelo iPad", disse a diretora de pesquisas do iSuppli, Rhoda Alexander.

Sobre outros possíveis concorrentes do iPad, o iSuppli citou boatos de que a Research in Motion, fabricante do BlackBerry, estaria planejando entrar no mercado de tablets após a recente aquisição do domínio "BlackPad".

O grupo de estudos rejeitou rumores de que o Google estaria planejando lançar um tablet com o sistema operacional Chrome em 26 de novembro, afirmando que "seria mais provável um aparelho com Chrome surgir em 2011 ou mais tarde".