Gartner reduz previsão para vendas globais de PCs no 2o semestre

terça-feira, 31 de agosto de 2010 15:10 BRT
 

SAN FRANCISCO, 31 de agosto (Reuters) - A Gartner, empresa de pesquisa do setor de tecnologia, reduziu sua previsão para vendas de computadores pessoais no segundo semestre, sinalizando que a retomada do investimento em tecnologia observada no início do ano pode não se manter forte como esperado.

As vendas mundiais de PCs devem crescer cerca de 15 por cento de julho a dezembro, segundo a Gartner. A estimativa é levemente inferior à feita anteriormente, em grande parte devido ao retorno das incertezas econômicas nos Estados Unidos e na Europa Ocidental.

"Não há dúvida de que a demanda, exceto a corporativa, desacelerou nos mercados maduros", disse o diretor de pesquisa da Gartner Ranjit Atwal. "O mercado de PCs renasceu no primeiro semestre de 2010, mas seu verdadeiro teste de resistência está por vir".

O crescimento menor que o esperado das vendas de PCs é negativo para fabricantes de chips como a Intel e desenvolvedoras de software como a Microsoft. Na semana passada, a Intel alertou que sua receita no terceiro trimestre pode ficar aquém da estimativa de 1 bilhão de dólares, aumentando as dúvidas sobre a força da recuperação do setor de tecnologia.

Para o fechado do ano, a Gartner espera uma alta de 19,2 por cento nas vendas mundiais de PCs, para 367,8 milhões de unidades.

(Reportagem de Bill Rigby)