Vivendi eleva previsões para 2010 após lucro semestral 12% maior

quarta-feira, 1 de setembro de 2010 07:59 BRT
 

PARIS, 1o de setembro (Reuters) - A Vivendi, maior grupo europeu de telecomunicações, elevou sua meta para lucro anual após apresentar resultados acima das estimativas no primeiro semestre, com forte contribuição da brasileira GVT.

A companhia também informou que manterá seus dividendos em 2010 no mesmo nível visto no ano passado, em 1,40 euro por ação.

"A Vivendi voltou ao crescimento no primeiro semestre e melhorou sua perspectiva para o ano todo", disse o presidente-executivo Jean-Bernard Levy.

A Vivendi elevou sua meta anual para um "aumento" no Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), contra previsão anterior de "leve crescimento". A empresa também forneceu, pela primeira vez, previsão para lucro líquido ajustado, que deve superar os 2,59 bilhões de euros apurados em 2009.

No primeiro semestre, o lucro operacional da Vivendi cresceu 11,9 por cento, para 3,24 bilhões de euros (4,1 bilhões de dólares), comparado à estimativa de 3 bilhões segundo pesquisa da Reuters.

A receita aumentou 6,1 por cento, a 13,98 bilhões de euros, ante projeção de 13,83 bilhões.

A mais recente aquisição da Vivendi, a operadora brasileira GVT comprada em novembro de 2009, registrou forte crescimento, conforme a companhia.

"A GVT é, este ano e no futuro, um forte driver de crescimento e elevamos seu programa de investimento", disse Levy.

(Por Leila Abboud)