Sony Ericsson vê forte crescimento de smartphones na China

quarta-feira, 1 de setembro de 2010 19:20 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A fabricante de celulares Sony Ericsson disse nesta quarta-feira que espera que metade das vendas de aparelhos móveis na China seja de smartphones até 2015, uma vez que o preços vêm caindo e os aparelhos vêm ganhando popularidade.

A Sony Ericsson, uma joint-venture entre a japonesa Sony e a sueca Ericsson, também espera ser a maior marca de smartphones com o sistema operacional Android do mundo, disse o presidente da companhia, Bert Nordberg, a jornalistas em Pequim, sem especificar quando.

"Creio que fomos bem-sucedidos no curto prazo, e temos uma meta de tornar a empresa a maior produtora de celulares Android", disse Nordberg.

Ao ser questionado sobre a possível aquisição de controle total da joint-venture pela Sony, Nordberg afirmou que não espera "mudanças por um tempo".

A Sony Ericsson é a quinta maior fabricante de celulares do mundo, e conta com participação de cerca de 17 por cento do mercado global de smartphones.

Já a China é o maior mercado do mundo para celulares, com cerca de 800 milhões de usuários de telefones móveis.

(Reportagem de Michael Wei e Doug Young)