Samsung vai desafiar iPad com tablet próprio

quinta-feira, 2 de setembro de 2010 10:46 BRT
 

Por Tarmo Virki

BERLIM, 2 de setembro (Reuters) - O primeiro computador tablet da Samsung Electronics chegará ao mercado em duas semanas, anunciou a empresa nesta quinta-feira, entrando na disputa contra o iPad, da Apple.

Fabricantes mundiais de celulares e computadores, entre as quais Nokia, LG Electronics e Hewlett-Packard, estão lançando produtos nessa nova categoria de aparelhos, intermediária entre os computadores tradicionais e os celulares inteligentes, impulsionadas pela Apple.

A Dell anunciou no mês passado que lançaria um tablet, o Dell Streak, no mercado norte-americano.

"Vemos grande potencial para esse tipo de produto," disse YH Lee, vice-presidente de marketing da Samsung Mobile, em entrevista à Reuters durante a feira de eletrônicos IFA.

O novo Galaxy Tab, com tela de sete polegadas, chegará ao mercado europeu em meados de setembro. O aparelho, que utiliza o software Android, do Google, oferece acesso a livros, filmes e música.

"A Samsung está fazendo uma grande aposta na categoria tablet com esse aparelho," disse Ben Wood, diretor de pesquisa da CCS Insight, acrescentando que o sucesso do Galaxy Tab --claramente menor que o iPad, com tela de 9,7 polegadas-- dependerá do preço.

"Caso seja posicionado corretamente, o Galaxy Tab pode emergir como uma alternativa ao iPad, já que suas vendas poderiam ser apoiadas em preço mais competitivo, na corrida para a temporada de festas," afirmou.

A Samsung se recusou a revelar o preço do Galaxy Tab, afirmando que ele dependerá dos pacotes das operadoras em diferentes países.

YH Lee disse que a maioria das operadoras de telefonia móvel europeias que vendem celulares Samsung também ofereceriam o Galaxy Tab aos seus clientes, e que diversas operadoras poderiam fazer o mesmo nos EUA.

Na semana passada, o grupo de pesquisa iSuppli revelou que o iPad responderá por quase três quatros dos embarques mundiais de tablets este ano, detendo pelo menos 70 por cento do mercado em 2011 e 62 por cento em 2012.

 
<p>Pessoas compararam a performance do iPad com a do Galaxy Tab, da Samsung, na feira de eletr&ocirc;nicos Internationale Funkausstellung (IFA) em Berlim, 2 de setembro de 2010. REUTERS/Thomas Peter</p>