Oracle oferece emprego a ex-presidente da HP, diz fonte

segunda-feira, 6 de setembro de 2010 07:03 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Oracle ofereceu emprego a Mark Hurd, ex-presidente-executivo da HP que renunciou em meio a um escândalo de suposto assédio sexual, disse uma fonte a par da situação.

A fonte disse que uma decisão final ainda não foi tomada. A Oracle não tinha representantes imediatamente disponíveis para comentar a informação.

Hurd renunciou da presidência da HP em 6 de agosto. Segundo a HP, o executivo registrou relatórios de despesas incorretos relacionados a Jodie Fisher, uma funcionária terceirizada que trabalhou no gabinete de Hurd de 2007 a 2009.

Uma outra fonte tinha dito à Reuters anteriormente que Hurd foi sondado para trabalhar em grupos de private equity logo depois de sair da HP, maior empresa de tecnologia do mundo em receita.

Não está claro qual proposta de trabalho Hurd teria recebido da Oracle.

Em 9 de agosto, o presidente-executivo da Oracle, Larry Ellison, criticou em carta o posicionamento da HP em relação à Hurd, que é seu amigo próximo.

As ações da HP acumulam queda de 13 por cento desde a renúncia de Hurd. O executivo é considerado responsável por ressuscitar a HP ao cortar custos e buscar ambiciosas aquisições.

De acordo com a HP, os relatórios de despesas foram feitos para esconder "uma relação pessoal próxima" de Hurd com Jodie, que já foi atriz no passado com aparições em shows de televisão e filmes.

(Reportagem de Ritsuko Ando)