Executivos de tecnologia discordam sobre vigor da recuperação

segunda-feira, 6 de setembro de 2010 10:50 BRT
 

Por Nicola Leske e Tarmo Virki

HAMBURGO (Reuters) - Importantes executivos de empresas de bens eletrônicos de consumo, reunidos em uma feira comercial, ofereceram opiniões divergentes sobre a sustentabilidade da recuperação econômica da Europa.

"No que tange à Europa, vimos desenvolvimento positivo", disse o presidente-executivo da Navigon, fabricante de sistemas de navegação, Egon Minar, à Reuters durante a IFA, a maior feira de eletrônica da Europa.

O mercado europeu de produtos de tecnologia da informação subiu em 4 por cento no primeiro semestre do ano e a tendência deve se manter pelo restante de 2010, informou o grupo de pesquisa de mercado GfK na sexta-feira.

"Pelo restante do ano, o crescimento talvez não seja tão rápido quando no segundo trimestre, mas ainda assim será firme", disse Minar.

O presidente da divisão de eletrodomésticos da LG Electronics, Young-Ha Lee, e o responsável pela operação da Panasonic na Europa, Laurent Abadie, adotaram tom ligeiramente mais otimista.

"Esperamos ver uma ligeira recuperação na Europa no segundo semestre, ante o primeiro", disse Lee.

Abadie declarou que "existem diversas tendências de recuperação na Europa, e algumas delas são muito perceptíveis na Alemanha".

O Banco Central Europeu ainda antecipa uma recuperação moderada e irregular, disse o presidente da instituição, Jean-Claude Trichet, na semana passada.   Continuação...