Vodafone vende participação na China Mobile por US$6,6 bilhões

terça-feira, 7 de setembro de 2010 20:23 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Vodafone, maior operadora de telefonia móvel do mundo em receita, anunciou nesta terça-feira a venda de sua participação de 3,2 por cento na China Mobile por cerca de 6,6 bilhões de dólares.

A Vodafone informou que vai destinar cerca de 70 por cento dos recursos líquidos da venda, depois de impostos e custos da transação, aos acionistas por meio de um programa de recompra de ações. O restante do dinheiro será usado para reduzir o endividamento do grupo.

A Vodafone contou com assessoria do Morgan Stanley, UBS e Goldman Sachs na operação.

A venda faz parte da iniciativa do grupo britânico de se desfazer de participações minoritárias que possui, depois de reclamações de investidores e analistas que alegavam que os ativos na holding não estavam trazendo valor ao grupo nos últimos anos.

A empresa pretende concentrar esforços em seus mercados principais na Europa, África e Índia.

(Reportagem de Kate Holton)