Justiça dos EUA investiga compra da ITA Software pelo Google

quarta-feira, 8 de setembro de 2010 09:01 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O Departamento de Justiça dos Estados Unidos está investigando alegações de que a compra da empresa de passagens aéreas ITA Software pelo Google custará a rivais acesso a dados de que necessitam para competir com o gigante das buscas na Internet, que avança para o mercado de turismo, segundo fontes próximas ao assunto.

O Google anunciou em julho a compra da ITA, uma das principais provedoras de software de venda de passagens aéreas online, por 700 milhões de dólares.

A preocupação é de que o Google possa criar um site de viagens, centralizado na ITA, e utilizar sua liderança em buscas para levar potenciais clientes a este endereço em vez de Expedia, Orbitz Worldwide e outras agências online de viagens.

"Diversas companhias, incluindo a Microsoft, tiveram discussões informais" com o Departamento de Justiça, afirmou uma fonte próxima à investigação.

O presidente-executivo da Expedia, Dara Khosrowshahi, disse em entrevista publicada em 1o de setembro que a empresa estava em contato com o departamento.

"Compartilhamos nossas visões com eles. Mas não depende de nós pressionar o departamento de uma forma ou de outra. Eles vão decidir por eles mesmos", disse o executivo, acrescentando que tanto o Google quanto a ITS são fortes em suas respectivas áreas.

O Departamento de Justiça se recusou a comentar e o Google não respondeu pedidos para se pronunciar sobre o assunto.