Intel diz que nova geração de chips chegará no início de 2011

segunda-feira, 13 de setembro de 2010 14:42 BRT
 

SAN FRANCISCO, Estados Unidos, 13 de setembro (Reuters) - Os processadores Sandy Bridge, da Intel, começarão a ser distribuídos em grandes quantidades no início de 2011, dando início à nova geração da chips da líder do setor em sua mais recente empreitada no mercado de processadores especializados de gráficos.

O presidente-executivo, Paul Otellini, disse nesta segunda-feira esperar que em 2011 as vendas de computadores sejam novamente puxadas pelos mercados emergentes, como a China, depois da empresa ter alertado sobre uma demanda por computadores mais fraca do que a esperada em mercados desenvolvidos.

Em agosto, a Intel alertou que a receita no terceiro trimestre pode ficar aquém do estimado em mais de 1 bilhão de dólares, fomentando dúvidas sobre a força da recuperação do setor de tecnologia.

No momento, a companhia aposta no Sandy Bridge, que segundo ela combina capacidade maior de processamento gráfico com poder de processamento central. O objetivo é ganhar espaço entre os fabricantes e consumidores no ano que vem.

Alguns críticos ponderam, porém, que o novo chip da Intel não satisfará os usuários mais exigentes, como usuários de videogames, um público disposto a gastar centenas de dólares somente em placas aceleradoras de gráficos. Esse mercado é atualmente dominado pela NVIDIA e pela grande concorrente da Intel, a AMD, por via da ATI Technologies.

As ações da Intel subiam 2,7 por cento nesta tarde, enquanto o índice Nasdaq tinha ganho de 1,5 por cento.