PRÉVIA-RIM precisa ter trimestre forte para atrair investidores

terça-feira, 14 de setembro de 2010 16:44 BRT
 

Por Alastair Sharp

TORONTO (Reuters) - A Research In Motion precisa divulgar bons resultados de vendas no último trimestre e projeções robustas no atual para afastar o crescente receio que vem pressionando suas ações.

A companhia canadense não pode depender muito de seu mais novo lançamento, o smartphone BlackBerry Torch, que chegou às prateleiras em 12 de agosto nos Estados Unidos, dando-lhe apenas algumas poucas semanas para impulsionar as vendas globais de unidades.

Investidores estarão atentos, portanto, às previsões da RIM, em busca de pistas sobre as vendas do novo aparelho antes de seu lançamento em outros países.

"Muitas pessoas estão dando um passo pra trás, tentando adivinhar isso --dado o cronograma, será difícil neste trimestre", disse Matthew Rhornton, da Avian Securities. "O sentimento geral é buscar alguma evidência de falhas".

A RIM também deve atualizar o mercado em relação a seus planos de fabricação de um tablet para entrar no concorrido mercado liderado pelo iPad, da Apple. A companhia já indicou que deve lançar o aparelho ainda este ano.

O Torch, que conta com tela touchscreen e teclado, e um novo sistema operacional, deve atrair consumidores além da tradicional base de cliente executivos da companhia.

Mas o smartphone não gerou muito interesse entre analistas. A Morgan Stanley, que recentemente baixou o rating das ações da RIM, estima que a companhia venda 80 mil unidades do modelo por semana, tendo produzido e enviado às lojas 600 mil.

(Reportagem adicional de Euan Rocha em Toronto e Doris Frankel em Chicago)