Computação móvel se apronta para o "teclado sem teclas"

quinta-feira, 16 de setembro de 2010 11:30 BRT
 

Por Steven Scheer

JERUSALÉM (Reuters) - Uma empresa iniciante israelense lançou um sistema que tem por objetivo facilitar a computação móvel ao permitir que os usuários digitem usando teclas invisíveis, em lugar de um teclado que tipicamente ocupa boa parte da tela.

A SnapKeys define sua tecnologia como "teclado sem teclas" e fechou acordo com a Philips Electronics a fim de comercializar o produto, disseram dirigentes da empresa.

A SnapKeys e a Philips dividirão a receita ao meio.

"Existe um problema fundamental na inserção de dados em aparelhos móveis," disse Benjamin Ghassabian, presidente-executivo da SnapKeys, à Reuters. "Teclados foram criados para aparelhos fixos, não móveis. E telas não deveriam servir para inserção de dados, e sim para exibição."

Ele afirmou que o desenvolvimento do teclado sem teclas demorou 10 anos.

O sucesso do Apple iPad --que Ghassabian acredita ser mais um produto de entretenimento que um computador-- demonstra que as pessoas desejam aparelhos mais portáteis. Há cerca de 40 companhias se preparando para colocar computadores tablet à venda, disse.

"O mercado está avançando na direção de computadores móveis --o que explica os tabletes," disse Ghassabian.

A SnapKeys, financiada por quatro milhões de dólares em capital privado, e a Philips começaram a fazer contato com os principais fabricantes de computadores e aparelhos portáteis, quanto ao uso do teclado sem teclas.   Continuação...