Oracle atinge máxima em 9 anos com perspectiva positiva do setor

sexta-feira, 17 de setembro de 2010 18:00 BRT
 

(Reuters) - As ações da Oracle saltaram para seu nível mais alto em nove anos nesta sexta-feira, um dia após a gigante de softwares divulgar um sólido balanço trimestral que aliviou temores de investidores sobre gastos corporativos com tecnologia.

Pelo menos nove corretoras elevarem os preços-alvos para as ações da Oracle.

Os papéis da companhia norte-americana avançaram mais de 8,4 por cento na Nasdaq. Quase 70 milhões de ações trocaram de mãos --mais do dobro do volume médio de operações.

"O papel continua sendo uma opção atraente de investimento no setor de software, dado o lançamento de novos produtos, as medidas tomadas para aumentar sua lucratividade e o crescimento da Sun Microsystems", disse a corretora Jefferies em relatório aos clientes.

No primeiro trimestre fiscal, a companhia viu um crescimento de 25 por cento nas vendas de software, além de uma retomada em seus novos negócios com hardware.

A FBR Capital Markets afirmou que a Oracle pode divulgar uma receita maior que esperada e superar sua meta para o primeiro ano desde a aquisição da Sun, de um lucro operacional de 1,5 bilhão de dólares.

No começo do ano, a empresa marcou sua entrada no mercado de servidores ao comprar a Sun Microsystems por 7,4 bilhões de dólares.

"As empresas de software parecem ter melhor desempenho quando contam com um presidente-executivo ligado em tecnologia e um presidente de Conselho focado em vendas --a Oracle tem essa combinação hoje", afirmou a JMP Securities sobre a recente contratação do ex-presidente-executivo da HP, Mark Hurd.

A JMP Securities elevou sua recomendação para as ações da Oracle de "market perform" (em linha com o mercado) para "outperform" (acima da média do mercado).

As ações da Oracle fecharam a sessão desta sexta-feira com cotadas a 27,48 dólares.

(Reportagem de Sayantani Ghosh em Bangalore)