Base de telefonia móvel cresce 1,29% em agosto sobre julho

segunda-feira, 20 de setembro de 2010 15:19 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A base de usuários de celulares Brasil cresceu 1,29 por cento em agosto sobre o mês anterior, para 189,4 milhões de assinantes, segundo números divulgados nesta segunda-feira pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

No mês passado foram contabilizadas 2,4 milhões de novas habilitações, elevando a penetração da telefonia móvel a 97,96 por cento dos habitantes do país, contra 96,83 por cento em julho.

No ano até agosto o número de habilitações soma 15,5 milhões, a segunda maior para o período, atrás apenas do registrado em 2008, quando foram 17,4 milhões de habilitações nos oito meses. Os dados da Anatel são contabilizados desde 2000.

A Vivo, agora controlada somente pela Telefónica, encerrou agosto com 30,23 por cento de fatia de mercado, contra 30,25 por cento em julho, com total de 57,3 milhões de clientes.

A Claro, do conglomerado mexicano de telecomunicações América Móvil, segue na segunda posição, com 25,43 por cento de participação de mercado em agosto, contra 25,42 por cento em julho, ou 48,2 milhões de usuários.

A TIM Participações, da Telecom Italia, registrou no mês passado market share de 24,25 por cento, ante 24,05 por cento em julho, o maior avanço mensal entre as quatro maiores operadoras, para quase 46 milhões de usuários.

A Oi, na qual a Portugal Telecom comprou participação, foi a que mais perdeu terreno entre as quatro maiores do setor. A operadora terminou agosto com 19,74 por cento de market share, contra 19,93 por cento em julho, ou 37,4 milhões de usuários.

Dos 189 milhões de acessos no Brasil, 82,2 por cento são pré-pagos e 17,8 por cento, pós-pagos.

(Reportagem de Rodolfo Barbosa)