Sensores de movimentos em videogames podem decepcionar no Natal

sexta-feira, 1 de outubro de 2010 10:34 BRT
 

Por Liana B. Baker

NOVA YORK (Reuters) - Os saltos e movimentos frenéticos de braços não bastarão para reanimar a indústria mundial de videogames nesta temporada natalina, em um setor que movimenta 60,4 bilhões de dólares por ano.

Os controllers de videogames com sensores de movimentos que a Microsoft e a Sony levarão às lojas para aproveitar a temporada de fim de ano podem entusiasmar os fãs mais curiosos de videogames, mas decepcionarão os investidores e varejistas que apostam em uma recuperação do segmento.

As vendas de videogames caíram 8 por cento nos Estados Unidos este ano, depois de queda semelhante em 2009, de acordo com o NPD, um grupo de pesquisa de varejo.

Observadores do setor vinham depositando suas esperanças de uma alta nas vendas em novos acessórios que imitam e melhoram as funções de controle por meio de movimentos, um conceito introduzido pelo sistema de jogo do Nintendo Wii.

"Acreditamos que o controle com sensores de movimentos renovará o interesse pelas plataformas de videogames", disse Brian Dunn, presidente-executivo da Best Buy, em entrevista. "Creio que haverá um grande sucesso".

Os investidores também esperam que os sistemas Sony Move e Microsoft Kinect estendam a vida útil do PlayStation 3 e Xbox, respectivamente, ambos no mercado há mais de quatro anos.

Mas embora os controles de videogames por movimentos "devam elevar as vendas nesta temporada de festas", disse Colin Sebastian, analista da Lazard Capital Markets, "eles de modo algum ajudarão as vendas de consoles a superar a crise".

Os sinais iniciais de interesse não foram encorajadores, de acordo com pesquisa recente do grupo de pesquisa e comércio MKM Partners.   Continuação...