LG abandona plano para tablet com Android 2.2

segunda-feira, 4 de outubro de 2010 10:14 BRT
 

SEUL, 4 de outubro (Reuters) - A LG Electronics anunciou nesta segunda-feira o abandono do plano de lançar um computador tablet acionado pelo sistema operacional Google Android 2.2, conhecido como Froyo. A decisão poderá adiar a chegada ao mercado do primeiro aparelho da companhia para o segmento.

A decisão pode representar novo revés para a companhia sul-coreana, que está tentando reanimar sua deficitária divisão de celulares por meio de modelos novos e atraentes, já que seu tablet chegará tarde a um mercado congestionado, liderado pelo iPad, da Apple.

"Planejamos lançar um tablet acionado pela versão mais confiável do Android... Estamos negociando com o Google para decidir sobre a versão mais adequada para o nosso aparelho, e não é o Froyo 2.2", disse um representante da LG.

O funcionário pediu que seu nome não fosse mencionado, afirmando que a LG ainda não havia decidido sobre a data de lançamento do tablet.

A Research in Motion, fabricante do BlackBerry, revelou o tablet PlayBook na semana passada, ingressando em um mercado crescente que atraiu concorrentes do porte da Samsung Electronics e Dell.

A LG, terceira maior fabricante mundial de celulares, lançou o smartphone Optimus One na Coreia do Sul esta semana, antes de iniciar vendas mundiais do aparelho por meio de 120 operadoras, com meta de vendas de 10 milhões de unidades.

Os celulares inteligentes da companhia ainda não atingiram a marca de 1 milhão de unidades vendidas e a LG está apostando na forte demanda por celulares inteligentes com o sistema Android para ajudar a colocá-la firmemente no caminho da recuperação.

A empresa substituiu seu presidente-executivo no mês passado, por um membro da família fundadora, e apontou novos chefes para as divisões de celulares e televisão, na semana passada, reorganizando radicalmente suas operações centrais.