Google nega violação de patente da Oracle por Android

quarta-feira, 6 de outubro de 2010 10:50 BRT
 

BANGALORE (Reuters) - O Google negou a alegação da Oracle de que o desenvolvimento do Android violou direitos autorais e solicitou ao tribunal norte-americano que avalia o caso para encerrar a ação movida, segundo documentos oficiais.

A Oracle processou o Google em agosto, afirmando que houve violação de patente e de direitos autorais no desenvolvimento do Android, sistema operacional para celulares desenvolvido pela gigante da Internet.

Em resposta enviada na segunda-feira a uma corte federal na Califórnia, o Google afirmou que a queixa da Oracle inclui alegações vagas e generalizadas de quebra de direitos autorais. "A alegação não identifica especificamente qualquer suposta infração por parte do Google", afirma a empresa de buscas online.

"A alegação da Oracle de violação de direitos autorais não cumpre as normas aplicáveis a uma reivindicação de infração", acrescentou.

O Google afirmou ainda que o Android é um software de plataforma aberta, e que códigos e documentação relevante relacionados ao projeto são públicos.