Presidente da AMD diz que empresa não está à venda

quarta-feira, 6 de outubro de 2010 12:38 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A AMD não está à venda, entretanto, a fabricante de microchips vai ouvir propostas que considere interessantes, afirmou o presidente-executivo da companhia quando perguntado sobre o recente interesse da Oracle pelo setor.

"A AMD não está à venda, mas ficaremos felizes em ouvir qualquer proposta no interesse de nossos acionistas", disse o presidente-executivo, Dirk Meyer, em conferência da indústria em Barcelona, nesta quarta-feira.

Larry Ellison, o presidente-executivo da Oracle, afirmou no mês passado que sua empresa tem interesse em fazer mais aquisições para ampliar sua tecnologia e uma companhia de microprocessadores poderia ser uma boa escolha.

A AMD é a segunda maior fornecedora de chips para computadores pessoais e servidores do mundo, atrás da Intel.

Perguntado se a AMD considera a projetista britânica ARM como uma possível grande rival, Meyer afirmou que "não considero a ARM como uma ameaça" e acrescentou que vê grandes oportunidades de crescimento na indústria de telefonia celular.

A AMD começou a ver novos rivais que estão usando projetos de processadores da ARM em um momento em que as fronteiras dos computadores e celulares começam a se mesclar.

Os projetos da ARM são relativamente mais simples e usam menos energia o que os torna mais atraentes aos fabricantes de celulares e outros dispositivos móveis.

Os desenhos da companhia britânica também estão em uma série de computadores tablet, como o iPad, da Apple. Além disso, os clientes da empresa estão desenvolvendo processadores para servidores, apesar de ainda ser preciso cerca de cinco anos para que esses produtos cheguem ao mercado.