BlueSky quer levar GPS a celulares mais baratos

sexta-feira, 8 de outubro de 2010 09:30 BRT
 

Por Tarmo Virki

HELSINKI, 8 de outubro (Reuters) - A BlueSky Positioning, uma empresa iniciante, está começando a testar navegação via satélite por meio de cartões SIM para uso em celulares mais baratos e desprovidos de chips GPS (sistema de posicionamento global).

A empresa integrou chips de GPS aos cartões SIM para celulares, o que reduz seu custo e consumo de energia.

A BlueSky fechou acordos com produtores importantes de cartões SIM, entre os quais a Morpho, que iniciará testes operacionais em escala limitada junto a operadoras de telefonia móvel, neste e no próximo trimestre.

"Podemos criar um mercado de massa de maneira rápida e barata", disse Risto Savolainen, presidente-executivo e fundador da BlueSky, que está levantando até 6 milhões de euros (8,4 milhões de dólares) junto a investidores.

Caso os testes obtenham sucesso, o produto provavelmente chegará ao mercado de massa no final do ano que vem, disse Savolainen.

Diversos especialistas do setor estão céticos quanto ao uso de cartões SIM para o sistema GPS, porque em muitos aparelhos eles ficam posicionados por trás das baterias, mas Savolainen afirmou que a empresa resolveu o problema com o uso do próprio revestimento do aparelho como antena.

O uso de sistemas de localização em celulares floresceu nos últimos anos, mas vem se limitando em larga medida aos celulares inteligentes mais caros e dotados de chips GPS.

De acordo com o grupo de pesquisa Canalys, cerca de 250 milhões de celulares dotados de GPS serão vendidos este ano. Por volta de 1 bilhão de modelos mais baratos e desprovidos do sistema chegarão ao mercado.