Investidores sondam News Corp e AOL sobre aquisição do Yahoo

quinta-feira, 14 de outubro de 2010 11:27 BRT
 

Por Jennifer Saba e Megan Davies

NOVA YORK (Reuters) - Diversas empresas de investimentos abordaram companhias de Internet e de mídia, como News Corp e AOL, a fim de avaliar seu interesse na aquisição do Yahoo, informou uma fonte próxima ao assunto.

A notícia surge no momento em que o Yahoo, segundo maior serviço de buscas online nos Estados Unidos, atrás do Google, luta para retomar o crescimento em receita, sob o comando da presidente-executiva Carol Bartz, e para reconquistar o interesse dos consumidores, em meio à concorrência de sites de redes sociais como o Facebook.

A possível aquisição dependeria do Yahoo aceitar vender seus valiosos ativos asiáticos, entre os quais uma participação de 40 por cento no chinês Alibaba Group e 34,5 por cento das ações do Yahoo Japan, disse a fonte à Reuters na quarta-feira, sob condição de anonimato.

As negociações com a News Corp e a AOL começaram há cerca de duas semanas e se intensificaram nos últimos dias, mas o Yahoo ainda não foi procurado porque as conversas estão em estágio inicial, segundo a fonte.

As ações do Yahoo, que fecharam com alta de quase 6 por cento na quarta-feira, avançaram mais de 9,5 por cento e atingiram 16,71 dólares após o fechamento dos pregões. As ações do Alibaba.com e do Yahoo Japan também subiram nas bolsas asiáticas.

A especulação quanto ao interesse de empresas de investimento pelo Yahoo, que também tenta evitar a perda de executivos importantes para empresas rivais, ressurgiu nos últimos meses.

A Silver Lake Partners estava entre os participantes das discussões preliminares recentes sobre possíveis cenários de aquisição, informou uma segunda fonte próxima ao assunto.

O gestor de fundos Blackstone também foi abordado, mas disse não estar trabalhando em uma transação com o Yahoo no momento, informou uma terceira fonte.

News Corp, AOL e Yahoo se recusaram a comentar o assunto.