Sucessor de Bill Gates na Microsoft vai se aposentar

terça-feira, 19 de outubro de 2010 10:44 BRST
 

Por Bill Rigby

SEATTLE (Reuters) - O executivo da Microsoft que assumiu o posto de vice-presidente de arquitetura de software quando Bill Gates de aposentou vai deixar o posto, ao final de um período de comando no qual a fabricante do Windows perdeu terreno diante do Google e da Apple.

O presidente-executivo, Steve Ballmer, anunciou que Ray Ozzie não será substituído ao se aposentar, o que desperta questões quanto à liderança e o rumo da maior companhia mundial de software, depois de uma sucessão de saídas de executivos importantes.

Ozzie, que comandou a transição da Microsoft para o fornecimento de software e poder de processamento via Internet --a chamada "computação em nuvem"-- conseguiu realizar seu objetivo, disse uma pessoa próxima ao executivo, embora outros observadores questionem se seu impacto foi grande.

"A partida de Ozzie destaca que a Microsoft esteve mais ou menos perdida desde que Bill Gates saiu", disse Toan Tran, analista da Morningstar.

"Permitiram que o Google resolvesse a questão da busca, que a Apple encontrasse a resposta para os celulares inteligentes, e a Apple está a caminho de resolver também o problema dos aparelhos de computação não acionados pelo Windows, com o iPad."

Ozzie é o mais recente de diversos executivos da Microsoft a deixar a companhia, depois da aposentadoria de Gates das operações diárias do grupo, em 2008. Antes dele já haviam saído Kevin Johnson, o encarregado de plataformas e serviços; o vice-presidente financeiro Chris Liddell; o comandante da divisão de celulares e videogames Robbie Bach; e o vice-presidente da divisão Office Steve Elop.

Isso cimenta o controle de Ballmer sobre o direcionamento da empresa. O presidente-executivo afirmou que não será necessário substituir Ozzie.

"Temos um forte processo de planejamento, fortes líderes técnicos em cada grupo de negócios e inovações fortes a caminho do mercado", afirmou Ballmer em memorando aos funcionários, que a Microsoft postou em seu site.

Ozzie, 54, criador do inovador sistema de e-mail Lotus Notes no início de sua carreira, assumiu o comando do desenvolvimento de software na Microsoft em 2006, e seu papel ganhou destaque depois da aposentadoria de Gates.