Lucro da Net despenca, mas desconexão de clientes recua

quarta-feira, 27 de outubro de 2010 15:01 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Net, maior operadora de TV por assinatura do Brasil, encerrou o terceiro trimestre de 2010 com uma queda de 76 por cento no lucro líquido em relação ao mesmo período de 2009, resultado afetado por efeitos contábeis e tributários.

Apesar disso, a companhia reduziu a taxa de desconexão de clientes de 16 para 14,4 por cento ao mesmo tempo em que ampliou base de assinantes de TV paga, banda larga e telefonia e a receita média por domicílio conectado na comparação anual.

Diante da perspectiva de expansão da economia no próximo ano, a companhia prevê um crescimento em 2011 "pelo menos tão bom quanto 2010", afirmou o diretor de relações institucionais da Net, Marcio Miyakava, em teleconferência com jornalistas.

Do final de 2009 até setembro deste ano, a base de clientes de TV paga da Net cresceu 9,8 por cento para 4,065 milhões, enquanto as conexões de acesso rápido à Internet subiram 15,5 por cento, para 3,329 milhões. Já a telefonia fixa passou por expansão de 16,5 por cento, para 2,98 milhões.

"O nível de penetração de TV paga ainda é baixo, ainda há mercado para pay per view e telefone. Não vemos motivo para desacelerar o crescimento em 2011", disse o executivo.

Segundo Miyakava, a Net mantém seu plano de crescimento acelerado e está passando atualmente por uma discussão sobre a estrutura de capital da empresa.

A companhia está acessando o mercado de capitais para identificar se vale a pena fazer uma emissão externa de modo a não criar um cronograma de amortizações que comprometa a expansão, disse o executivo.

"Estamos acessando o mercado e vendo se existe uma melhor alternativa sobre o ponto de vista custo e prazo e, se existir, a gente vai fazer alguma coisa", disse o executivo. "Hoje o cenário externo está bem favorável, mas temos que ter uma certa cautela porque precisamos ter certeza se o prazo de amortização da dívida vai ficar condizente com nosso plano de negócio de longo prazo".

A Net encerrou o terceiro trimestre com dívida líquida de 1,3 bilhão de reais, uma alta de 26 por cento sobre um ano antes. Segundo Miyakava, a empresa não tem pagamento significativo de dívida para fazer 2010 e 2011, mas possui "alguma amortização a partir de 2012".   Continuação...