Facebook diz que aplicativos violaram privacidade,promete reparo

quinta-feira, 4 de novembro de 2010 10:06 BRST
 

Por Diane Bartz

WASHINGTON (Reuters) - O Facebook informou que alguns de seus aplicativos violaram as normas de privacidade dos usuários da empresa e prometeu resolver o problema.

A maioria das transferências de informações a empresas terceiras aconteceu inadvertidamente, escreveu Marne Levine, vice-presidente do Facebook, em carta divulgada na quarta-feira e datada de 29 de outubro. Levine afirmou na carta que o Facebook resolverá o problema.

O Facebook enviou a carta aos deputados federais Joe Barton, republicano, e Edward Markey, democrata, que se comunicaram com o presidente-executivo da empresa, Mark Zuckerberg, depois que surgiram informações de que aplicativos desenvolvidos por programadores independentes para uso no Facebook estariam expondo dados dos usuários.

"Já tomamos medidas restritivas sobre os aplicativos em questão e também providências que garantirão que os dados de usuários do Facebook que foram transferidos indevidamente sejam apagados", escreveu Levine.

O Wall Street Journal publicou anteriormente que o Farmville e outros aplicativos populares no Facebook transmitiam as identidades dos usuários a empresas externas.

A carta do Facebook também informa que alguns poucos aplicativos transmitiram informações deliberadamente a uma empresa de revenda de dados.

Barton, que no momento comanda a bancada republicana no comitê de energia e comércio da Câmara dos Deputados dos EUA e deve se tornar seu presidente depois dos avanços republicanos na eleição norte-americana da terça-feira, disse que as ações do comitê teriam por foco as normas de preservação de privacidade na Internet.

"É bom que o Facebook tenha se apressado a responder a nossas preocupações, mas resta o fato de que alguns aplicativos de terceiros estavam deliberadamente transferindo informações pessoais, em violação direta dos termos do serviço", disse Barton.