Amazon.com e eBay apostam em vendas de roupas no fim do ano

sexta-feira, 5 de novembro de 2010 17:01 BRST
 

Por Alexandria Sage

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Amazon.com e o eBay estão lutando por clientes dispostos a comprar roupas via Internet na temporada de festas de fim de ano, na esperança de impulsionar seus resultados com o lucrativo segmento.

O vestuário é atualmente a maior categoria individual de vendas online nos Estados Unidos, mas era virtualmente ignorada por ambas as companhias em favor de produtos como eletrônicos em anos anteriores.

Embora o eBay diga ser o maior vendedor de roupas via Internet em volume, não em valores, comparações com a Amazon.com não são simples de se fazer.

As vendas online de roupas em varejistas como Nordstrom ou Gap estão crescendo a uma taxa de dois dígitos, mas essas unidades ainda são relativamente pequenas.

A categoria de roupas e assessórios deve representar 14 por cento, ou 25 bilhões de dólares, do total de 173 bilhões de dólares em vendas projetadas pela Internet nos EUA em 2010, de acordo com a Forrester.

"Essa é a principal razão para explicar o motivo de Amazon.com e eBay estarem se concentrando nisso. Elas vêem tais projeções como um indicativo do tamanho do mercado e querem um pedaço dele", disse Sucharita Mulpuru, da Forrester.

Especialistas de Web acreditam que a Amazon.com, maior varejista online do mundo, é favorita para vencer a batalha, enquanto o eBay ainda tenta reorganizar seus negócios para ter uma imagem de um ambiente de negócios para venda de produtos novos, e não apenas um site de leilões de itens usados.

Com a proximidade das festas de fim de ano, ambas as empresas estão apostando que as melhorias implementadas para a experiência de compra de roupas via Internet --de visualização melhor em suas páginas a parcerias com designers-- irão garantir crescimento.   Continuação...