Lenovo tem resultado maior que esperado no 2o tri fiscal

quarta-feira, 10 de novembro de 2010 09:56 BRST
 

Por Kelvin Soh

HONG KONG, 10 de novembro (Reuters) - Um retorno ao lucro nos mercados maduros ajudou a Lenovo a superar expectativas e registrar o mais elevado crescimento de lucro em um ano. A empresa pode seguir o exemplo das rivais Hewlett-Packard e Dell e usar fusões e aquisições para estimular seu crescimento.

A quarta maior produtora mundial de computadores está em busca de oportunidades de fusão e aquisição no setor, disse Wong Wai Ming, seu vice-presidente financeiro, que se recusou a acrescentar detalhes.

"Estaremos em busca de oportunidades que se relacionem ao nosso negócio básico, o computador", disse Wong em entrevista coletiva telefônica. "Vamos continuar considerando as possibilidades, mas é difícil oferecer exemplos específicos agora."

Dell e HP estiveram ambas em atividade em termos de aquisições, como parte de seu esforço para procurar crescimento em novas áreas, e recentemente travaram uma batalha de 2,4 bilhões de dólares pela tomada de controle da 3PAR, fabricante de equipamento de armazenagem de dados.

Em comparação, as marcas asiáticas de computadores, a exemplo da Lenovo, se mantiveram relativamente quietas nesse mercado, apesar das reservas de caixa de 2,5 bilhões de dólares que a companhia detém.

Os fabricantes de computadores vêm cada vez mais considerando os aparelhos móveis e os serviços de informática como caminho para diversificação de receitas, já que os computadores se tornaram produtos com margens de lucro bem abaixo dos 10 por cento, no caso de marcas como a Acer.

A Lenovo viu a mais forte melhora entre as principais marcas de computadores, no terceiro trimestre deste ano, com alta de até 33 por cento nos embarques em seu trimestre mais recente, de acordo com o grupo de pesquisa IDC.

O resultado foi superior ao de rivais como Hewlett-Packard, Acer e Dell, e também cerca de três vezes superior ao crescimento médio de 11 por cento registrado no mercado.

A Lenovo registrou lucro líquido de 76,6 milhões de dólares no segundo trimestre de seu ano fiscal, encerrado em setembro, ante 53,1 milhões de dólares no período um ano antes, de acordo com cálculos da Reuters baseados em números fornecidos pela bolsa de valores de Hong Kong.