Motorola acusa Microsoft por quebra de patentes

quinta-feira, 11 de novembro de 2010 11:09 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - A Motorola intensificou uma disputa judicial envolvendo propriedade intelectual com a Microsoft, acusada de ter infringido 16 patentes da companhia.

A unidade Motorola Mobility afirmou que a quebra de patente está relacionada a diversas funções de softwares para computadores e servidores da Microsoft, além do Windows para dispositivos móveis e do videogame Xbox.

O movimento ocorreu logo após a Microsoft acusar a fabricante de equipamentos de telecomunicações de cobrança excessiva de royalties sobre a tecnologia de rede utilizada no software do Xbox.

No mês passado, a Microsoft acusou a Motorola de infringir nove patentes em smartphones baseados na plataforma Android, do Google.

"Infelizmente a Microsoft escolheu o caminho judicial em vez de iniciar negociações quanto ao licenciamento", afirmou o vice-presidente de propriedade intelectual da Motorola, Kirk Daily, em comunicado.

A Microsoft não comentou imediatamente o processo.

(Por Elinor Comlay e Bill Rigby)