Ações da Cisco despencam e geram queda geral em Wall Street

quinta-feira, 11 de novembro de 2010 15:41 BRST
 

Por Sayantani Ghosh

BANGALORE (Reuters) - As ações da fabricante de equipamentos de rede Cisco Systems, termômetro do setor de tecnologia nos Estados Unidos, caíam mais de 15 por cento nesta quinta-feira, em uma sessão frenética um dia após a companhia divulgar projeções pessimistas de receita, deixando investidores nervosos e levando algumas corretoras a reduzir a recomendação para os papéis da empresa.

A Cisco perdia mais de 23,5 bilhões de dólares em valor de mercado, com 200 milhões de ações mudando de mãos somente nos primeiros 30 minutos após a abertura da bolsa em Nova York.

As ações de concorrentes no setor de tecnologia também tinham fortes quedas, entre elas Juniper Networks, F5 Networks, Riverbed Technology e Jabil Circuit. Além disso, a Cisco também gerava perdas no mercado acionário geral.

Às 15h40 (horário de Brasília), as ações da Cisco perdiam 15,5 por cento, cotadas a 20,70 dólares.

Pelo menos três corretoras rebaixaram as ações da Cisco e outras seis cortaram seus preços-alvo para os papéis. No final da quarta-feira, a companhia afirmou que os gastos baixos de clientes do setor público e a demanda fraca no setor de telecomunicações a cabo prejudicou seu resultado trimestral.

Em entrevista à rede de televiso CNBC nesta quinta-feira, o presidente-executivo da Cisco, John Chambers, afirmou que os dados aquém do esperado não são "de forma alguma um alerta para a economia".

Na quarta-feira, Chambers alertou que a Europa deve ser um mercado fraco no futuro próximo, mas o executivo disse que a Cisco deve retomar os bons resultados eventualmente para atingir sua meta de longo prazo de crescimento anual de 12 a 17 por cento na receita.