HP espera mudar foco do mercado para performance financeira

quarta-feira, 17 de novembro de 2010 15:44 BRST
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Hewlett-Packard espera transferir a atenção dos investidores de seus problemas internos para seu desempenho financeiro. Balanço trimestral da companhia será divulgado em breve e deve confirmar mais uma vez a reputação da empresa de crescimento sólido, ainda que não espetacular.

As ações da HP vêm sofrendo há meses as consequências da complicada demissão de Mark Hurd, ex-presidente executivo da companhia, seguida por uma desagradável disputa pública com a Oracle e seu presidente-executivo, Larry Ellison, quando a companhia decidiu trazer Leo Apotheker, que não tem experiência prévia no Vale do Silício, como seu novo líder.

O balancete da HP será divulgado na segunda-feira, logo depois dos resultados da rival Dell, que serão acompanhados com atenção pelo mercado que está interessado em sinais de queda nos gastos do governo semelhantes aos que prejudicaram os mais recentes números da Cisco Systems.

Em meio a manchetes desanimadoras, os investidores da HP têm duas perguntas: o desempenho da empresa piorou com a saída de Hurd? E quem é Apotheker, exatamente?

Michael Holt, analista da Morningstar, disse que não há indicação de que o desempenho da HP tenha sido prejudicado pela saída de Hurd, ou pela disputa entre executivos da empresa por seu posto.

"Eles mantiveram o desempenho e acredito que vão dar um sinal de estabilidade da empresa", disse Holt. "Estão realmente tentando acalmar as águas junto aos investidores."

Brian Marshall, analista da Gleacher & Co., disse que Wall Street está ansiosa por saber mais sobre Apotheker, que começou a trabalhar em 1o de novembro, mas continua a ser um mistério para muitos investidores.

"Leo precisa aparecer bem", disse Marshall. "Os números são importantes, mas é ainda mais importante que ele se saia bem."

Até o momento, o caminho de Apotheker não vem sendo fácil. A Oracle alega que ele está evitando uma intimação para depor em um processo de violação de direitos autorais que ela está movendo contra a SAP, empresa da qual Apotheker foi presidente-executivo. A HP afirma que a Oracle está simplesmente tentando atormentá-lo.