Twitter diz ter "muito dinheiro no banco"

quinta-feira, 18 de novembro de 2010 09:21 BRST
 

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - Evan Williams, co-fundador do Twitter, afirmou que a popular companhia de microblogs não enfrenta problemas de capital, apesar de reportagens citarem que a empresa pretende realizar uma captação considerável de recursos.

Williams declarou em evento setorial em San Francisco que o Twitter "tem muito dinheiro no banco". Ele se recusou a comentar se a empresa estava discutindo com companhias de investimento sobre uma rodada de capitalização.

Com 175 milhões de usuários, O Twitter e é um dos mais populares sites de redes sociais da Web. A empresa deu início apenas recentemente a esforços para gerar receita, por meio de anúncios especiais que são exibidos apenas em certas porções do serviço.

Williams, palestrando na conferência Web 2.0, afirmou que os esforços iniciais da empresa para gerar receita publicitária superaram expectativas, mas ele evitou dar detalhes.

Ele também apontou que o Twitter estava negociando com o Facebook, o maior serviço mundial de redes sociais, para descobrir maneiras de promover uma interoperação entre os dois serviços. Williams afirmou que o Facebook havia bloqueado a integração do Twitter ao seu serviço, medida que ele descreveu como frustrante.

"Estamos conversando com eles para determinar se existe maneira de trabalharmos juntos, mas até o momento nenhum dos dois lados encontrou maneira de fazer isso", disse Williams.

Um popular blog de tecnologia publicou na quarta-feira que o Twitter está considerando levantar capital em uma transação que avaliaria a empresa em 3 bilhões de dólares. O grupo de investimento tecnológico russo DST Global quer assumir a liderança na rodada de capitalização, que teria montante superior aos 100 milhões de dólares que o Twitter arrecadou em setembro de 2009, de acordo com reportagem no TechCrunch. r.reuters.com/gek95q.

A reportagem informa que outros investidores estão ansiosos por participar da rodada de investimento. Um porta-voz do Twitter declarou que a empresa não comenta rumores.

No ano passado, o Twitter levantou 100 milhões de dólares, em uma transação que avaliou a companhia como valendo 1 bilhão de dólares, junto a investidores como Insight Venture Partners, Spark Capital e a gigante dos fundos mútuos T. Rowe Price.